Páginas

PESQUISAR

sábado, 29 de dezembro de 2018

Consignado: novas regras do INSS vão impedir que bancos assediem os segurados

Bancos ficarão proibidos de procurar novos aposentados e pensionistas para oferecer crédito

Por Vitor Cabral/OLivre
Uma instrução normativa do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) que impede os bancos de praticarem assédio aos segurados vai ser publicada no Diário Oficial da União de segunda-feira (31). De acordo com resolução, as instituições financeiras ficarão proibidas de procurar os novos aposentados e pensionistas para oferecer crédito consignado durante seis meses após o recebimento do primeiro benefício.

Os aposentados e pensionistas vão ter a contratação de consignado bloqueada nos primeiros três meses. Depois desse período, eles poderão ir de forma voluntária –sem “convite”- até a agência bancária solicitar o desbloqueio.

O presidente do INSS, Edison Garcia, explicou ao LIVRE que o prazo mínimo de três meses para os beneficiários procurarem uma agência bancária é para que o pensionista ou aposentado possa fazer um planejamento com o valor recebido.

“Assim a pessoa saberá quanto gasta no mês e quanto pode pagar de empréstimo. O consignado tem juros mais baixos, mas é preciso um planejamento para poder adquirir”, disse Garcia, neste sábado (29).

As novas regas começam a valer 90 dias após a publicação no Diário Oficial da União. “As instituições que descumprirem serão advertidas e, caso não se adequem, podem ter os contratos rescindidos”, detalhou.