CLICK NA IMAGEM E FIQUE INFORMADO SOBRE O CARNAVAL/2019 - BLOCO PESCADOR DA MADRUGADA - SEGUNDA: 04/03

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Médicos da rede pública estadual entram em greve

A categoria médica decidiu em assembleia realizada nesta quinta-feira (27), aderir a paralisação dos trabalhadores estaduais, e decretou greve por tempo indeterminado. A mobilização se dá pelos atrasos do 13º salário de 2017, a falta de previsão para o pagamento de 2018, e o não pagamento do salário do mês de novembro. Em nota, o Sindicato dos médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed RN), informou que a decisão foi aprovada por unanimidade, e que durante o protesto, as escalas de emergência serão reduzidas. Policiais civis e delegados também suspenderam as atividades.

Veja a nota:
O Sindicato dos médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed RN), de acordo com a decisão de greve aprovada por unanimidade em assembleia realizada na última quinta-feira (26), informa que acompanhará o movimento geral de paralisação dos funcionários do Estado, em razão dos atrasos de salários e décimos terceiros referentes aos anos de 2017 e 2018. Apesar da possibilidade de pagamento desses valores até o dia 28, não há confirmação oficial.

Sendo assim o Sinmed orienta:
Procedimentos eletivos devem ser suspensos.

Escalas de emergência devem ser reduzidas, mantendo-se o atendimento em sequência, com os profissionais se revezando por horários ou expedientes.

Os sobreavisos deverão reduzir suas passagens diárias no hospital.

Os profissionais devem estar disponíveis para situações emergenciais extraordinárias.

Havendo o pagamento dia 28, finda a motivação da paralisação, volta-se ao atendimento normal.

Geraldo Ferreira Filho - Presidente do Sinmed RN