Páginas

PESQUISAR

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

“Posse de armas não combate à violência”, diz Mourão

“Esta questão da flexibilização da posse de armas, eu não vejo como uma medida de combate à violência. Eu vejo apenas, única e exclusivamente como o cumprimento de promessa de campanha e que vai ao encontro aos anseios do eleitorado dele”, disse Mourão.
Ou seja, foi uma medida eleitoreira, sem efeito benéfico para o país.
Mourão também duvida que o congresso vai aprovar o porte de armas.
Para ele “a pessoa para portar arma tem de ter condições psicológicas e condições técnicas”.
As declarações forma dadas à radio gaúcha.
Com informações do Estadão.