Páginas

PESQUISAR

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Bolsonaro tem alta médica e deixa hospital em São Paulo

Presidente estava em recuperação da terceira cirurgia no intestino depois de um atentado à faca durante a campanha eleitoral

Enviada especial a São Paulo (SP) –  O presidente Jair Bolsonaro (PSL) recebeu alta médica nesta quarta-feira (13/2), depois de 18 dias de internação em São Paulo. A partir de agora, o ritmo de trabalho em Brasília deve ser gradativo, e a expectativa é de que o presidente analise e decida qual proposta de reforma da Previdência será enviada ao Congresso.

Batedores do Exército, policiais militares e seguranças do Hospital Albert Einstein estavam concentrados em uma das saídas do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o meio-dia para a saída do presidente.

O presidente estava em tratamento no Hospital Albert Einstein depois de se submeter a uma cirurgia no intestino, no dia 28 de janeiro. Na ocasião, foi retirada a bolsa de colostomia, usada pelo político desde o atentado à faca sofrido na campanha eleitoral, em setembro de 2018. Durante a internação, ele conduziu o Executivo Federal de um gabinete improvisado ao lado do quarto onde se recupera.

Procedimento cirúrgico
O procedimento realizado em 28 de janeiro foi comandado pelo médico gastroenterologista Antonio Luiz Macedo. Bolsonaro está internado desde o dia 27 e deve permanecer no hospital até a completa recuperação. Até 29 de janeiro, o general Hamilton Mourão comandou o Palácio do Planalto como presidente em exercício.
Essa foi a terceira vez que Jair Bolsonaro passou por uma cirurgia desde que levou uma facada na barriga, no dia 6 de setembro de 2018. O atentado aconteceu durante agenda da campanha presidencial em Juiz de Fora (MG). Adélio Bispo, responsável pelo crime, foi preso minutos depois e está detido no presídio federal de segurança máxima de Campo Grande (MS).
Metrópoles