sexta-feira, 3 de maio de 2019

Damares Alves pediu a Bolsonaro para deixar o governo, diz revista


Ministra alegou problemas de saúde e ameaças, mas disse que só deixará o cargo quando tiver concluído a revisão dos principais programas da pasta. Bolsonaro teria dito que ela só sai no fim do mandato. Informações são da revista Veja

Reportagem de LARYSSA BORGES, no site da revista Veja nesta sexta-feira (3), informa que a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves teria pedido para Jair Bolsonaro (PSL), há alguns dias, para deixar o governo.

Segundo a jornalista, a mininstra alega que que está cansada e precisa cuidar da saúde, que anda debilitada.

Damares informou que deixará o ministério apenas quando tiver concluído a revisão dos principais programas da Pasta. A ministra explicou ao presidente que não tem mais condições físicas e emocionais para suportar por muito mais tempo as demandas que o cargo impõe. Bolsonaro, ao ouvir as queixas, desdenhou: “Você vai sair, mas daqui a quatro anos”. A ministra avisou que permanecerá no cargo, no máximo, até dezembro deste ano.

Damares também estaria, segundo a reportagem, recebendo ameaças de morte. Com isso, ela abandonou sua residência, em Brasília, e passou a morar num hotel, cujo endereço é mantido em segredo.

Por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), Damares também não costuma antecipar a agenda, circula pela cidade escoltada e um segurança fica postado na entrada de sua sala durante todo o expediente.