quarta-feira, 8 de maio de 2019

Efeito Bolsonaro: dólar a R$ 5 e lucro da Petrobras tem queda de 42%


O desastre do governo Jair Bolsonaro elevou o dólar a R$ 4 nesta terça-feira, mas, segundo o mercado, o céu é o limite para a moeda norte-americana. A projeção é que ultrapasse os R$ 5.

Após a eleição do ano passado, o jornal argentino Clarín –que não é de esquerda– escreveu que a desvalorização da moeda brasileira seria de 30%. Na época a moeda norte-americana valia R$ 3,70.

O desemprego alto, a recessão, a desindustrialização, a perda de direitos e da seguridade social, aumentos abusivos nos combustíveis, cortes na saúde e na educação, enfim, formam atualmente o ambiente de desesperança que inibem os agentes macroeconômicos.
Image and video hosting by TinyPic

Lucro da Petrobras tem queda de 42% no 1º trimestre deste ano

Apesar do lucro líquido de R$ 4,031 bilhões, a empresa registrou queda nos três primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período de 2018

A Petrobrás reportou lucro líquido de R$ 4,031 bilhões no primeiro trimestre deste ano, o que implica queda de 42% em relação a igual intervalo de 2018, mas uma alta de 92% na comparação com os R$ 2,1 bilhões reportados no último trimestre de 2018.