sábado, 27 de julho de 2019

Garimpeiros invadem aldeia e matam cacique no Amapá

Garimpeiros invadiram neste sábado (27) a aldeia de Waiãpi, localizada em Pedra Branca do Amapari, Amapá, e assassinaram uma liderança indígena do local. 

Segundo o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), acuados e com medo de novas retaliações, os índios se refugiaram na comunidade vizinha Aramirã, para onde crianças e mulheres foram levadas. 

“Uma liderança fez contato informando que ocorreu uma invasão dos garimpeiros e assassinaram um cacique”, relatou ao Congresso em Foco o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

A Polícia Federal foi acionada para controle da invasão, assim como a Fundação Nacional do Índio (Funai).

Ranfolfe alerta para a escalada do ódio e da intolerância após a eleição do presidente Jair Bolsonaro. “O sangue derramado é culpa do governo federal, que ocorre por causa da omissão de organismos de controle”, reprovou. “Quem vive do crime se sente protegido em poder invadir terra indígena.”

O cantor Caetano Veloso também se manifestou sobre o ataque aos índios Waiãpi. “Eu peço às autoridades brasileiras que, em nome da dignidade do Brasil e do mundo, ouçam esse grito”, afirmou em vídeo.