quarta-feira, 11 de setembro de 2019

URGENTE - Golpe do FGTS usa consulta e saque como isca pelo WhatsApp


Maria Rodrigues, R7 - Em dois dias, mais de 100 mil pessoas foram vítimas das armadilhas que circulam pelas redes sociais. Caixa informa que não envia links em mensagens
Trabalhador deve buscar informações somente em fontes oficiais da Caixa
Trabalhador deve buscar informações somente em fontes oficiais da Caixa
A partir desta sexta-feira (13), o saque de até R$ 500 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço)  poderá ser realizado em todas as agências da Caixa.

Com a proximidade da data, o número de mensagens duvidosas circulando via WhatsApp, e-mail e SMS também vem crescendo, segundo a Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor).



A entidade trabalha em cima de dois números, levantados por empresas ligadas à segurança digital, segundo Juliana Moya, especialista em relações institucionais da Proteste.

Em apenas dois dias, mais de 130 mil pessoas foram atingidas por um dos golpes do FGTS no WhatsApp, segundo a PSafe, desenvolvedora brasileira de aplicativos de segurança digital.

Por hora são registrados, pelo menos, 2.083 novos acessos ao link da fraude, de acordo com levantamento feito pelo laboratório especializado em segurança digital da empresa.

O diretor do laboratório especializado em segurança digital da PSafe, Emilio Simoni, classifica o saque do FGTS como "uma temática que faz muito sucesso" entre os fraudadores.

"Somente neste mês, foram 19 páginas criadas com o objetivo de roubar a senha do cartão cidadão e dados do PIS/Pasep dos brasileiros. Dessas, seis estão no ar neste momento, sendo enviadas via SMS e redes sociais", alerta Simoni.