POLÍTICA

FREIRAS DO BRASIL PEDEM VOTO CONTRA BOLSONARO
Leia a íntegra da nota:
Querida Irmã, querido Irmão!
Dirijo meu apelo a você e à sua comunidade, neste momento que antecede as eleições no Brasil. Reconheço que há um descrédito generalizado em relação à política e aos políticos. Respeito a consciência de cada um/a e suas opções. Assim,  inspirados/as pelo Evangelho, busquemos critérios para escolher o que é melhor para o povo brasileiro. Somos Consagrados/as para servir e promover a vida em toda a sua extensão, a começar pelos mais pobres.
É importante vencer a indiferença e o pessimismo. Em uma época de crise como a nossa, é importante cultivar a esperança. Evitemos votar em branco ou nulo.  O voto branco ou nulo favorece aqueles que possuem mais dinheiro e já ocupam o espaço da política tradicional. O voto nulo ou branco é um voto de protesto e legítimo, mas, quando nós nos omitimos, corremos o risco de permitir que alguém inadequado ocupe o lugar de alguém íntegro.
Além disso, não podemos votar em candidatos que pregam abertamente a violência, como solução para a segurança pública. E não faz parte de nossas escolhas apoiar aqueles que, sem nenhum pudor, discriminam as mulheres, os afrodescendentes, os indígenas, os pobres e as crianças.
Não há partido político ou candidatos ideais que correspondam 100% ao Evangelho. O joio e o trigo crescem juntos e se misturam em diferentes proporções na política, como em qualquer outra realidade humana. Precisamos discernir sobre o melhor possível, à luz do Espírito Santo, com os pés firmes na realidade. 
Em nome da CRB, peço que você e sua comunidade procurem conhecer o perfil dos candidatos e candidatas a deputado estadual, deputado federal, senador, governador e presidente da República. Cada cargo tem sua importância para o nosso país. Examinem o que eles já realizaram, que projetos e causas defenderam em defesa da vida, dos pobres, das crianças e minorias. Analisem suas propostas para o futuro.
Por fim, peço-lhes que estendam esta mensagem aos leigos e leigas que atuam com vocês. Ajudem a nossa nação a superar a intolerância e a ilusão das soluções fáceis. Como discípulas missionárias e discípulos missionários, somos chamados por Jesus a colaborar com o bem comum.
Que Maria, nossa Mãe e Companheira, nos conduza a Jesus, como fez nas Bodas de Caná. E nos empenhe por uma sociedade justa, solidária e sustentável.
IR.MARIA INÊS V.RIBEIRO - Presidência  e Diretoria da CRB Nacional

CABO DACIOLO EMPATADO COM ÁLVARO DIAS, MEIRELES E AMOÊDO


“Glória a Deus, Glória a Deus”. Cabo Daciolo, candidato do Patriota à Presidência da República, está tecnicamente empatado com João Amoêdo (Novo), Alvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB).
Segundo pesquisa Ibope divulgada nesta terça (18), Daciolo tem 1% e dentro da margem de erro de 2% — para mais ou para menos — está empatado com os três (Meirelles, Amoêdo e Alvaro) que tê 2% cada.

Ainda de acordo com o Ibope, Jair Bolsonaro (PSL) lidera com 28% e Fernando Haddad (PT) tem 19%.

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
DATAFOLHA COLOCA HADDAD NO SEGUNDO TURNO, COM 16%, CONTRA BOLSONARO (19/09/2018)
O candidato Fernando Haddad, do PT, subiu na pesquisa Datafolha divulgada nesta madrugada e foi a 16%, à frente do seu principal adversário, Ciro Gomes, que tem 13%. Jair Bolsonaro lidera a disputa com 28%. "O ex-prefeito Fernando Haddad (PT), que cresce desde sua confirmação como substituto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na corrida, atingiu 16% das preferências, três pontos a mais do que na semana passada. O candidato petista continua tecnicamente empatado com Ciro Gomes (PDT), que ficou estagnado, com 13%", informa o jornalista Ricardo Balthazar.
"Bolsonaro cresceu no Sudeste, Norte e Sul, onde atingiu sua melhor marca (37%). O petista cresceu no Sudeste e no Nordeste —onde alcança a melhor pontuação (26%) e única região em que está à frente de Bolsonaro. O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), que tem quase metade do tempo de TV, está estagnado na pesquisa, com 9%. O tucano aparece empatado com Marina Silva (Rede), que agora soma 7% das preferências, menos da metade do que tinha no início da campanha", diz a reportagem.
"As simulações do Datafolha para segundo turno mostram que Ciro é o único candidato que venceria todos os rivais. Ele bateria Bolsonaro com 45% das intenções, vantagem de 6 pontos sobre o capitão. Nos outros cenários, Bolsonaro empata com Haddad, Alckmin e Marina. A rejeição a Bolsonaro continua alta, e a de Haddad cresceu. Segundo a pesquisa, 43% dos eleitores dizem que não votariam de jeito nenhum no capitão e 29% rejeitam o petista", diz o texto.
Confira, abaixo, todas as simulações de segundo turno:
Bolsonaro 42% x 41% Marina (branco/nulo: 16%; não sabe: 2%)
Ciro 41% x 34% Alckmin (branco/nulo: 22%; não sabe: 2%)
Alckmin 40% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 19%; não sabe: 2%)
Alckmin 39% x 36% Marina (branco/nulo: 23%; não sabe: 2%)
Ciro 45% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 14%; não sabe: 2%)
Alckmin 39% x 35% Haddad (branco/nulo: 24%; não sabe: 3%)
Haddad 41% x 41% Bolsonaro (branco/nulo: 15%; não sabe: 2%)
Ciro 45% x 31% Marina (branco/nulo: 22%; não sabe: 2%)
Marina 37% x 37% Haddad (branco/nulo: 24%; não sabe: 2%)

Ciro 42% x 31% Haddad (branco/nulo: 25%; não sabe: 3%)

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

QUEM INCITA O ÓDIO? “ELES VIVEM DE MENTIRAS”, DISSE BOLSONARO APÓS ATENTADO A BALA CONTRA LULA

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
ADÉLIO AGIU SÓ E MOTIVADO POR DISCURSO DE ÓDIO DE BOLSONARO, DIZ DEFESA
Segundo o advogado de Adélio, o próprio discurso de Bolsonaro foi a motivação para a facada
Acusado de ter atacado o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) à faca, Adélio Bispo de Oliveira agiu sozinho e por motivação política. Dentre os motivos estaria o "discurso de ódio" do deputado federal e candidato à Presidência. É o que sustenta a defesa do acusado, que nesta sexta-feira, 7, participou da audiência de custódia que definiu que Oliveira será transferido para um presídio federal.
"Ele (Adélio) salienta que agiu de forma solitária. Aquele dolo, aquela intenção, era só dele. Não estava mancomunado, não havia concurso de pessoas", disse o advogado Zanone Manoel de Oliveira Júnior, um dos quatro que defendem o acusado. Segundo Oliveira Júnior, o grupo aceitou defender Adélio "por questões de igreja e familiares".
Os advogados dizem que o enquadramento na Lei de Segurança Nacional e a transferência para um presídio federal foram corretos, mas afirmam que há "atenuantes" que deverão ser levados em conta ao longo do processo. Um deles seria uma possível condição de insanidade mental.
Com informações do CorreioBrasiiense
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

HOMEM QUE LEVOU TIRO DE FÃ DE BOLSONARO FOI IGNORADO PELA GRANDE MÍDIA
Há cinco meses, o presidente do Sindicato dos Motoboys de Santo André, Jefferson Lima de Menezes, levou um tiro no pescoço, durante atentado a tiros contra um acampamento de apoiadores de Lula em Curitiba, disparado por um homem que gritava o nome de Bolsonaro. Jefferson hoje está com a voz comprometida.
A notícia foi praticamente ignorada pela imprensa, e o atentado nunca foi esclarecido pela polícia.
A foto de Jefferson na UTI foi postada na rede social pelos amigos, já que ele nunca teve destaque na velha imprensa.
O atentado a Jefferson é grave, da mesma maneira que o atentado a Bolsonaro. Mas ele não recebeu nem um milésimo da atenção dada pela velha imprensa a Bolsonaro.
E a impunidade triunfou, como no caso de Marielle Franco e outros atentados a militantes da esquerda.
Com informações do Diário do Centro do MUndo
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

PF CONCLUI QUE ATENTADO NÃO FOI CRIME POLÍTICO
O autor da facada em Bolsonaro foi enquadrado, pela Polícia Federal, no artigo 20 da Lei de Segurança Nacional, por “praticar atentado pessoal por inconformismo político”. Pode pegar 20 anos de cana. Afasta-se desde já, portanto, qualquer hipótese de conspiração de caráter ideológico, partidário ou de candidato contra candidato.
Esse fato esvazia a possibilidade de o incidente tomar as proporções dos atentados da rua Toneleros, de 1954, que resultou no suicídio de Getúlio Vargas e o de João Pessoa, em 1930, que derrubou Washington Luís.
Em 54, morto o major Vaz e ferido Carlos Lacerda, Getúlio foi apontado como suspeito. Em 1930, assassinado João Pessoa, os dedos se voltaram contra Washington Luís.
Aqui, não. O sujeito que tentou matar Bolsonaro é um lobo solitário, como há muitos por aí, querendo se vingar da humanidade ou ganhar notoriedade. Matar celebridades é o sonho de muitas cabeças doentes.
O homicida frustrado não tem ligações com grupos de qualquer natureza. Era um anônimo. O único fato estranho em seu perfil foi ter sido visto no mesmo clube de tiro frequentado por filhos de Bolsonaro.
Um grande amigo meu, o Pacote, certa vez revelou fazer parte de um grupo de jornalistas criado por Yoko Ono com o propósito de apagar o nome do assassino de John Lennon da história. Exatamente para evitar que se tornasse célebre.
Proponho o mesmo pacto em relação ao pobre diabo que esfaqueou Bolsonaro.
Por PlantãoBrasil
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

DECISÃO DA ONU DIZ QUE ESTADO BRASILEIRO NÃO DEVE IMPEDIR CANDIDATURA DE LULA ATÉ QUE O EX-PRESIDENTE TENHA JULGAMENTO JUSTO


NAÇÕES UNIDAS - DIREITOS HUMANOS - ESCRITÓRIO DO ALTO COMISSÁRIO
ESCRITÓRIO DO ALTO COMISSÁRIO DE DIREITOS HUMANOS
PALÁCIO DAS NAÇÕES * 1211 GENEBRA 10, SUÍÇA
Secretariado das Nações Unidas, o Escritório do Alto Comissário de Direitos Humanos, cumprimenta a Missão Permanente do Brasil junto ao Escritório das Nações Unidas em Genebra e tem a honra de transmitir, para fins de informação, a petição dos advogados e o pedido por medida provisional apresentado no dia 27 de julho de 2018 a respeito do comunicado de nº 2841/2016, que foi apresentado ao Comitê de Direitos Humanos para análise à luz do Protocolo Facultativo referente ao Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos em favor do Sr. Luiz Inácio Lula da Silva.O Comitê, através de seu Relator Especial sobre Novos Comunicados e Pedidos por Medidas Provisionais, avaliou as alegações do autor datadas de 27 de julho de 2018 e concluiu que os fatos relatados indicam a existência de possível dano irreparável aos direitos do autor previstos no artigo 25 do Pacto. Portanto, estando o comunicado do autor sob exame pelo Comitê, conforme a regra processual no. 92, o Comitê requisita ao Estado-Parte a adoção de todas as medidas necessárias para assegurar que o requerente usufrua e exerça todos os seus direitos políticos enquanto está na prisão, na qualidade de candidato nas eleições presidenciais de 2018, o que inclui o acesso adequado à imprensa e aos membros de seu partido político; requisita também que o Estado-Parte não impeça o autor de concorrer nas eleições presidenciais de 2018 até que todos os recursos impetrados contra a sentença condenatória sejam julgados em processos judiciais justos e a sentença esteja transitada em julgado.Esta solicitação não sugere que o Comitê tenha chegado a uma decisão a respeito da questão atualmente em exame.
17 de agosto de 2018
Leia abaixo a íntegra da nota dos advogados sobre o documento:
Nota dos advogados do presidente Lula
Na data de hoje (17/08/2018) o Comitê de Direitos Humanos da ONU acolheu pedido liminar que formulamos na condição de advogados do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 25/07/2018, juntamente com Geoffrey Robertson QC, e determinou ao Estado Brasileiro que “tome todas as medidas necessárias para que para permitir que o autor [Lula] desfrute e exercite seus direitos políticos da prisão como candidato nas eleições presidenciais de 2018, incluindo acesso apropriado à imprensa e a membros de seu partido politico” e, também, para “não impedir que o autor [Lula] concorra nas eleições presidenciais de 2018 até que todos os recursos pendentes de revisão contra sua condenação sejam completados em um procedimento justo e que a condenação seja final” (tradução livre).A decisão reconhece a existência de violação ao art. 25 do Pacto de Direitos Civis da ONU e a ocorrência de danos irreparáveis a Lula na tentativa de impedi-lo de concorrer nas eleições presidenciais ou de negar-lhe acesso irrestrito à imprensa ou a membros de sua coligação política durante a campanha.Por meio do Decerto Legislativo 311 o Brasil incorporou ao ordenamento jurídico pátrio o Protocolo Facultativo que reconhece a jurisdição do Comitê de Direitos Humanos da ONU e a obrigatoriedade de suas decisões.Diante dessa nova decisão, nenhum órgão do Estado Brasileiro poderá apresentar qualquer obstáculo para que o ex-Presidente Lula possa concorrer nas eleições presidenciais de 2018 até a existência de decisão transitada em julgado em um processo justo, assim como será necessário franquear a ele acesso irrestrito à imprensa e aos membros de sua coligação política durante a campanha.Valeska Teixeira Zanin Martins / Cristiano Zanin Martins